Sker Ritual tem ótimos gráficos e gameplay com uma atmosfera tensa e insana

0
19

 

Sker Ritual, é um sucessor espiritual do aclamado Maid of Sker de 2020. Um FPS de terror cooperativo em turnos que leva os jogadores de volta a assombrada Ilha de Sker. Lançado em outubro de 2022 em Acesso Antecipado para PC, agora quase dois anos depois, Sker Ritual chegou para os consoles Xbox Series e PS5, prometendo hordas de inimigos grotescos, tiroteios intensos e uma atmosfera tensa.

Gostaríamos de agradecer a Assessoria de Imprensa da Wales Interactive por disponibilizar uma cópia do game na versão de Xbox Series X para realização desta análise.

 

História

 

Sker Ritual não é uma sequência direta de Maid of Sker, a história se concentra na jogabilidade cooperativa de sobrevivência em vez de uma narrativa profunda.

 

 

Basicamente você acorda em meio a um evento terrível e precisa se unir a Arianwen (que pode ser familiar para jogadores de Maid of Sker) para impedir uma transmissão macabra. Esse ritual, se concluído, traria consequências horríveis para o mundo.

 

Para impedir a transmissão, você terá que enfrentar ondas de inimigos grotescos conhecidos como Quiet Ones.

 

Gráficos

Os gráficos de Sker Ritual são um dos pontos altos do jogo, com ambientes viscerais e detalhados que dão vida à Ilha de Sker de uma forma horripilante.

O jogo usa iluminação Ray Tracing para criar sombras realistas e reflexos que aumentam a imersão. O ambiente e personagens são cobertos por texturas de alta resolução. Os Quiet Ones são grotescamente horríveis, (no bom sentido) com detalhes macabros que os tornam verdadeiramente assustadores.

 

Sker Ritual se passa em uma variedade de locais, desde pântanos sombrios até um hotel assombrado, cada um com sua própria atmosfera única.

 

No geral, os gráficos de Sker Ritual são excelentes e contribuem para a experiência de terror geral do jogo.

 

Jogabilidade

A gameplay de Sker Ritual é totalmente diferente  de seu antecessor e adota um sistema de combate em ondas, muito similar ao modo Zombies da franquia Call of Duty, e também Killing Floor por exemplo.

Essa mudança cria um ritmo muito mais acelerado e estratégico ao mesmo tempo, exigindo que os jogadores coordenem suas ações e façam uso inteligente de suas habilidades para sobreviver.

 

Com uma variedade grotesca de inimigos, cada tipo de inimigo apresenta seus próprios desafios e requer táticas específicas para serem derrotados, ou também pode apenas sair atirando em todos.

 

O Arsenal de Armas é personalizável com diversas armas, granadas e molotovs. Podemos aprimorar nossas armas dependendo da quantidade de dinheiro que temos, e isso ajuda muito.

 

Também temos os Power Ups chamados de Milagres, relíquias com poderes divinos, que podemos escolher durante a gameplay, elas são habilidades aleatórias e aprimoráveis quem podem fortalecer as habilidades de combate, cura, dano e muito mais.

 

Bugs e Performance

 

Sker Ritual tem uma ótima performance!

 

Novamente temos dois modos de performance, Desempenho que é travado em 60FPS e Fidelidade Gráfica para resoluções mais altas.

Mas também temos algumas opções interessantes, podemos destravar a taxa de quadros para quem quer ir além dos 60FPS, e também mexer no Anti-Aliasing do game, geralmente essas opções são nativamente das versões de PC.

 

Mesmo com vários inimigos na tela o jogo roda bem estável sem quedas, ponto muito positivo!

 

Considerações Finais

 

Sker Ritual se destaca como um FPS de terror cooperativo e frenético.

 

 

Quer saber mais sobre o jogo, assista a gameplay feita pelo canal ANDScreamer Plays!

 

 

Sker Ritual - Xbox Series X
Nota Final
8.8/10
8.8/10
  • Gráficos - 8/10
    8/10
  • Jogabilidade - 9/10
    9/10
  • História e Diversão - 9/10
    9/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 9/10
    9/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Sker Ritual se destaca como um FPS de terror cooperativo e frenético.