É do Brasil…. Analisamos o brazuca Tetragon!

0
318

 

Para os fãs do estilo puzzles no dia 12 foi lançado para PC (Steam), Xbox One, PlayStation 4 e Nintendo Switch o jogo brasileiro Tetragon. Um jogo indie em plataforma 2D, desenvolvido por Cafundó Estúdio Criativo e distribuído pela Buka Entertainment.

 

 

O jogo traz a história de Lucios, um simples e bravo lenhador que vai em busca do filho que desapareceu, para isso o nosso protagonista vai para o mundo de Tetragon, que terá que decifrar os enigmas de deste universo paralelo que gira em 90° graus e terá o poder da TetraGen. Uma pedra mágica que concede ao jogador o poder de mover colunas e “controlar a gravidade” girando o mapa com interruptores e é com esta pedra que você move essas colunas, tanto vertical quanto horizontalmente dependendo da coluna e alcançar os braços para pular e caminhe até seu objetivo para seguir nesta jornada.

 

Sem requisitos de habilidade ou baseados em tempo, este também é um jogo que você pode desfrutar no seu próprio ritmo, e com mais de 40 níveis espalhados por 3 mundos diferentes, não há falta de conteúdo disponível.

 

 

Mas saindo do enredo e entrando na jogabilidade. Quando se inicia a gameplay percebe-se que realmente terá um quebra-cabeças, pois não há jogadas e nem guias para ajudá-lo a progredir e o jogador é deixado por sua própria conta, que confundirá até o mais obstinado dos fãs de quebra-cabeças. Tetragon é um título de ambições modestas e poucas mecânicas, com o objetivo de se misturar com seus pares sem muitas inovações.

 

O visual é bem suave, pois a arte do jogo ficou muito bem elaborar principalmente em termos de apresentação. A criação de visuais coloridos e misteriosos, conhecido por sua saída suave e texturas limpas. A trilha sonora é relaxante e serena, com um xilofone e um piano que conferem um efeito calmante aos procedimentos, ajudando o jogador ter um melhor raciocínio durante as jogadas. Essas características, embora decentes de forma isolada, combinam mal como contraste de seu tom com a história emocionalmente guiada com um lenhador afetado por amnésia tentando encontrar seu filho, mas é restrita a ‘fantasmas’ localizados nos cantos de cada mapa e linhas de erro – interações de texto espalhadas. É difícil conciliar a diferença com a trilha sonora descontraída que sugere um enredo mais agradável.

 

 

Apesar de impressionar nos primeiros mapas, os recursos minimalistas do jogo começam a mostrar sua implementação um pouco suspeita e arestas pouco depois. O maior ofensor disso é a mecânica de manipulação da torre do jogo, que como seu truque principal, deve ser o mais consistente, mas a detecção de colisão pobre e uma série de outros bugs verão blocos se forçarem uns contra os outros, causar mortes inconsistentes ou simplesmente quebrar o nível exigindo uma redefinição de nível.

 

Selecionar a coluna correta com o controle pode ser terrivelmente problemático. Os controles também não se saem muito melhor, tornando minha crítica mencionada acima cada vez mais prevalente, com saltos de 2 e 3 blocos com entradas diferentes e o processo de seleção de coluna fazendo tanto sentido quanto comprar este jogo no primeiro dia que não há. Deseja selecionar novamente a mesma torre de bloco com um único pressionamento de botão depois que ela desmarcar automaticamente enquanto você olha para a tela em busca de solução? Bem, você não pode, você precisa pular para a esquerda ou direita e depois voltar.

 

 

Como não há limite de tempo, o que dá a você todo o tempo do mundo para contornar esses controles indisciplinados. Com um conceito decente a reboque, Tetragon tem todos os ingredientes necessários para um quebra-cabeças sólido, mas falha em fazer um prato que valha a pena voltar consistentemente quando você percebe que a mecânica de jogo falha e os níveis repetitivos do jogo são aparentes por toda parte. Se isso for resolvido em um patch, então os méritos gerais deste título podem valer a pena reconsiderar, mas até então existem alternativas melhores disponíveis, então é melhor deixar os problemas comigo por enquanto. Dito isso, se você está desesperadamente procurando por um desafio, então este jogo pode ser o seu beco, mas não espere perfeição.

 

Confira a gameplay realizada pelo canal Com Noção do jogo Tetragon abaixo:

 

 

Tetragon
Nota Final
8.4/10
8.4/10
  • Gráficos - 9/10
    9/10
  • Jogabilidade - 8/10
    8/10
  • História e Diversão - 8/10
    8/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 8.5/10
    8.5/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Um ótimo jogo para quem buscas desafios e um bom quebra-cabeça, porém com os bugs apresentados e alguns momentos que fica um pouco repetitivo, isso faz que algum momento o jogador possa cansar do jogo.