Análise da 1º Temporada da série Outer Range, disponível no Prime Video

0
21

 

Desde quando o Prime Video estreou a 1º Temporada de Outer Range, no dia 15 de abril, já havia uma desconfiança sobre a série, afinal, não parecia nada daquilo que havíamos pensado assistindo ao trailer. E… no final… a série realmente surpreendeu negativamente, e não se sabe até agora por que decidiram produzir ela.

 

 

Segundo o Prime Video, Outer Range era pra ser um emocionante faroeste moderno, misturando elementos de ficção científica e com várias reviravoltas surpreendentes, mas o que se viu em seus oito episódios foi uma chatice sem tamanho de uma história que até tem um fundo interessante, mas que não foi bem demonstrado na tela.

 

Outer Range foca na história de Royal Abbott (Josh Brolin), um fazendeiro que luta por sua terra e família, que descobre um mistério insondável à beira do deserto no estado de Wyoming, Estados Unidos. Uma fábula de faroeste familiar com toques de humor irônico e mistério sobrenatural, Outer Range examina como lidamos com o desconhecido.

 

No início da série, os Abbotts estão lidando com o desaparecimento da nora Rebecca. As coisas se complicam ainda mais quando os Tillersons (os proprietários espalhafatosos do rancho vizinho com fins lucrativos) fazem um esquema para tentar tomar as terras deles. Uma morte prematura na comunidade desencadeia uma cadeia de eventos cheios de tensão, e problemas aparentemente de cidade pequena e ligados ao solo vêm à tona com a chegada de uma misteriosa cratera negra no pasto oeste dos Abbotts. Revelações selvagens se desenrolam enquanto Royal luta para proteger sua família; através de seus olhos, começamos a ver como o tempo contém segredos guardados no passado e mistérios inquietantes prenunciados.

 

 

Lendo assim, até parece que é uma boa série né? Mas não… pra começar, os episódios são demasiadamente lentos, sem emoção e com personagens sem carisma algum. O mistério é tanto, que não conseguimos ter interesse em nada, afinal, a série parece que não anda… são cenas bem paradas, escuras (escuras demais!) e com muita conversa “paralela”.

 

O buraco das terras dos Abbott que seria algo a ser mais explorado, é meio deixado de lado e a produção foca muito mais nas tretas das famílias vizinhas do que na ficção científica que poderia ser interessante.

 

 

Novamente tenho que dizer que a fotografia da série é outra coisa que está abominável. São cenas escuras e se você quiser ver pelo celular, prepara-se para deixar o brilho “no talo” e mesmo assim enxergar pouquíssima coisa.

 

No final, a série continua sua trajetória de fracasso e não entrega o “surpreendente” prometido, deixando aquela sensação de “tomara que não renovem ela para uma segunda temporada”.

Bom… se você tiver coragem… a 1º Temporada da série Outer Range está disponível na plataforma de streaming Prime Video. Confira o trailer abaixo:

 

 

1º Temporada de Outer Range - Prime Video
Nota Final
6.3/10
6.3/10
  • Ideia e Roteiro - 7/10
    7/10
  • Fotografia, Figurino e Efeitos Visuais - 4/10
    4/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 6/10
    6/10
  • Adaptação e Atuação - 8/10
    8/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Tomara que não renovem para uma 2º Temporada.