Dragon’s Dogma 2 é um RPG divertido, mas falha com problemas de performance

0
95

 

2024 está sendo um ano absurdo para quem gosta de RPGs em geral. Tivemos Granblue Fantasy Relink, Final Fantasy 7 Rebirth e agora, 12 anos depois, a Capcom finalmente nos presenteou com a tão aguardada sequência de Dragon’s Dogma. O jogo, dirigido por Hideaki Itsuno, retorna ao mundo de Gransys, mas desta vez com uma nova história, novos personagens e um sistema de combate ainda mais dinâmico e brutal. Dragon’s Dogma 2 está disponível para PlayStation 5, Xbox Series X|S e PC via Steam.

Dragon’s Dogma 2

 

Gostaríamos de agradecer a Assessoria de Imprensa da Capcom por disponibilizar uma cópia do game na versão de Xbox Series X para realização desta análise.

 

História

 

Dragon’s Dogma 2 se passa no continente de Gransys. Assumimos o papel de um Nascen, um humano marcado pela morte que retorna à vida com um coração roubado por um dragão. Esse evento concede a habilidades especiais para enfrentar essas criaturas lendárias. Porém nosso personagem perde a memória e acorda como um escravo em uma pedreira, depois de um conflito com uma Medusa, conseguimos escapar em um Grifo.

 

 

Nossa jornada principal é guiada pela vingança contra o dragão que o amaldiçoou e desvendar o que significa ser um Nascen e qual é seu objetivo naquele mundo.

 

Gráficos

 

A Capcom utilizou a RE Engine, a mesma engine de jogos como Resident Evil 7, Resident Evil Village e Devil May Cry 5, para criar um mundo de fantasia imersivo e detalhado.

 

Dragon’s Dogma 2

 

O mundo do jogo é rico em detalhes, com texturas de alta resolução que dão vida aos personagens, ambientes e objetos.

 

Também temos efeitos visuais de alto nível, como explosões, magias e partículas que aumentam a imersão das batalhas.

 

A RE Engine já é conhecida por ter a capacidade de fazer modelos de personagens absurdos assim como vemos nos jogos da série Resident Evil, em Dragon’s Dogma 2 não é diferente. Os personagens do jogo são muito bem detalhados, com roupas e armaduras realistas e animações fluidas.

 

Jogabilidade

 

Confesso que no começo do game estava achando a jogabilidade um pouco “travada” mas algumas batalhas iniciais foi fácil acostumar, e é inegável que o sistema de combate de Dragon’s Dogma 2 é um dos pontos fortes do jogo.

Dragon’s Dogma 2

 

É fluido, desafiador e oferece diversas opções de ataque e defesa. Você pode escalar monstros gigantes, agarrá-los e até mesmo pular em cima deles.

 

Em Dragon’s Dogma 2 podemos escolher as seguintes classes inicias do game:

 

  • Combatente: Especialista em combate corpo a corpo com espadas e escudos;
  • Arqueiro: Habilidoso com arco e flecha, capaz de atacar à distância;
  • Ladrão: Ágil e furtivo, ideal para ataques rápidos e furtivos;
  • Mago: Mestre em magia elemental, capaz de controlar os elementos.

 

Conforme vamos avançando na historia do game, conseguimos desbloquear novas classes como por exemplo: Lanceiro Místico e Arqueiro Mágico.

 

 

Também temos o sistema de Peões que é uma parte essencial do jogo, oferecendo uma experiência cooperativa única e imersiva. Os Peões são personagens controlados pela IA que nos acompanham em nossa jornada.

 

  • Temos o Peão Principal: Um personagem totalmente customizável que você cria no início do jogo, e que sobe de nível junto com nosso personagem;
  • Porém podemos contratar até dois Peões de outros jogadores para se juntar à nossa equipe, mas esses Peões não sobem de nível, então temos que estar sempre de olho para não ficarmos com Peões com level muito baixo nas batalhas.

 

Mas tudo isso torna o game muito mais divertido. Os Peões aprendem com suas ações e decisões, tornando-se mais fortes e experientes ao longo do tempo e também podem ter diferentes classes e habilidades, que podem ser personalizadas para se adequar ao seu estilo de jogo.

 

Bugs e Performance

 

Aqui infelizmente temos um grande problema, apesar do game ser muito bom, não podemos dizer o mesmo de sua performance.

 

 

Na versão de Xbox Series X a taxa de quadros pode cair significativamente em áreas com muitos personagens ou objetos na tela. Também tive vários problemas especialmente durante o combate quando existem muitos inimigos e magias.

 

Infelizmente Dragon’s Dogma 2 não possui um modo performance a 60FPS, o que contribui muito para percepção de quedas de framerate.

 

O game traz uma taxa de quadros variável nos console que pode chegar no máximo até 40FPS, mas nas cidades onde existem muitos personagens a queda é muito perceptível.

 

No momento que estou escrevendo essa analise a Capcom já anunciou um Patch de melhorias para o jogo, para tirar alguns recursos que podem melhorar a performance.

 

Considerações Finais

 

Dragon’s Dogma 2 é um RPG de ação sólido com um mundo extenso e imersivo para explorar. O combate é desafiador e gratificante, e o sistema de Peões é único e divertido.

 

No entanto, o jogo apresenta alguns problemas de performance e que precisam ser melhorados com urgência.

 

Quer saber mais sobre o jogo, assista a gameplay feita pelo canal ANDScreamer Plays!

 

 

 

Dragon's Dogma 2 - Xbox Series X
Nota Final
9/10
9/10
  • Gráficos - 8/10
    8/10
  • Jogabilidade - 8/10
    8/10
  • História e Diversão - 10/10
    10/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 10/10
    10/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Dragon’s Dogma 2 é um RPG de ação sólido com um mundo extenso e imersivo para explorar. O combate é desafiador e gratificante, e o sistema de Peões é único e divertido.