Humankind é simplesmente viciante! Confira nossa análise e gameplay!

0
401

 

Chegou, finalmente chegou a hora de jogar e falar sobre Humankind, jogo de estratégia em turnos onde o jogador faz a gestão de uma civilização e sua evolução durante as eras da humanidade, lançado em 17 de agosto de 2021 pela Amplitude Studios e publicado pela Sega para Microsoft Windows, macOS e Stadia.

 

 

Quando tive a oportunidade de jogar o beta Lucy, fiquei viciado, mais de 40 horas de jogabilidade que não vi passar, fiquei triste com o adiamento, mas jogando a versão final cheguei à conclusão que vale a pena, está muito bem polida, não tive nenhum bug ou crash inesperado.

 

Humankind traz o consagrado modo de estratégia em turnos que tem uma sólida fanbase de jogadores consolidada na última década por alguns jogos de sucesso do mesmo estilo, mesmo com um estilo já conhecido a dúvida que pairava em algumas comunidades era se teríamos o famoso mais do mesmo, mas o receio foi passando conforme os betas foram avançando e atingindo mais jogadores.

 

 

O jogo está na linha perfeita entre a alta complexidade e uma jogabilidade fluída, parece simples, mas é algo complexo de se atingir, normalmente estes jogos são tão complexos que acabam espantando jogadores menos dedicados ou que não gostam do estilo, na minha opinião o jogo chega ao ponto médio mais próximo do que seus antecessores chegaram, ele fatalmente vai conseguir angariar novos fãs ao estilo e ainda agradar aos jogadores já fidelizados.

 

Muito porque ele oferece diversas opções de customizações da partida, seja por quantidade de turnos ou oponentes, tamanho do mapa ou opções de jogar solo ou multiplayer. Outros dois pontos de destaque e na minha opinião, os principais, são as personalidades que cada IA possui deixando toda partida diferente da outra, mesmo que você repita seus oponentes, e a localização para nosso idioma local que é de extrema importância para que jogadores quem não falam inglês ou estão iniciando agora neste modo de jogo, tenham maior facilidade em curtir sua progressão.

 

 

Como já havia dito na análise da versão beta, as milhares variações de condições dentro das partidas envolvendo territórios, política, religião, recursos e evolução ligadas a civilizações reais do nosso planeta demonstram o quão bem executado foi o trabalho de desenvolvimento, entregando um jogo que te prenderá por horas e horas sem que você perceba.

 

Tá bom, vamos para a eterna e justa pergunta, vale a pena? Se você já é fã do estilo ou apenas tem interesse de começar a conhece-lo, sim, compre, ele agradará aos dois públicos já que possui complexidade variável e customizável a ponto de prender o jogador hardcore e encantar o novo jogador.

 

 Dê uma olhada na gameplay que gravei para o canal Bica na Nuca:

 

 

Humankind
Nota Final
9/10
9/10
  • Gráficos - 8/10
    8/10
  • Jogabilidade - 9/10
    9/10
  • História e Diversão - 10/10
    10/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 9/10
    9/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Partidas com dezenas de possibilidades de customizações, personalidades das IAs e localização do idioma tornam o jogo quase que essencial para os novos e antigos fãs desse estilo de jogo.