Jogamos Unto The End, uma aventura de combate desafiador desenvolvida pela 2 Ton Studios. Confira nossa gameplay!

0
99

 

Imagine um jogo com uma pegada cinematográfica em plataforma 2D, sendo sombrio, misterioso e com uma história profunda. Assim que descrevo o Unto The End.

 

Lançado no dia 09 de dezembro pela 2 Ton Studios e sendo distribuído pela Big Sugar, o game está disponível na Steam, Google Stadia, PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

 

 

De primeiro momento, tanto o título como a apresentação do jogo não chamam muito a atenção e vai parecer mais um jogo em 2D com comandos básicos de jogos de aventura. Mas conforme vai jogando, a percepção do jogo vai mudando, pois, o personagem principal tem uma missão, voltar para casa e reencontrar a mulher e filho.

 

A aventura já começa com muito cair e levantar, luta um pouco, medita na frente de uma fogueira e usa o tutorial para aprender os movimentos de luta. Conforme vai tendo as batalhas, vão ficando mais emocionantes e difíceis. Isso vai deixando o jogo mais instigante e vai te incentivar cada vez mais a chegar ao objetivo final.

 

 

Unto The End traz brutalidade e sensibilidade ao mesmo tempo, isso mesmo! Pois o jogo tem vários paralelos e quando o herói se senta em frente de uma fogueira, o mesmo pode meditar, se curar e até mesmo treinar (como citei anteriormente com o tutorial). E quando encontramos os primeiros inimigos, temos que ter cautela, pois o mesmo pode te dá uma sequência de golpes e te matar já na primeira batalha.

 

Uma observação, o jogo lembra o Dark Souls. Mas os produtores não negam que se inspiraram na obra produzida pela FromSoftware. Porém não é uma cópia Dark Souls, somente inspiração.

 

 

O jogo está repleto de criaturas pelo caminho e cada vez que avança a dificuldade aumenta. Enquanto o jogador também vai pegando armas e aprimorando as habilidades e itens como armadura, para melhor enfrentar as dificuldades durante as batalhas. Mas se prepare para morrer várias vezes até “acertar o ponto” da batalha.

 

Mas Unto The End não é só feito de batalhas, também de escolhas. Vai ter momentos no jogo que você não vai precisar lutar e sim dialogar, respeitar a dor do adversário, ter compaixão e humanidade sobre as criaturas.

 

Por ser um jogo em plataforma 2D, tem uma pitada de realismo. Caso esteja correndo segurando a espada em uma mão e a tocha na outra o personagem cai ou faça um movimento de esquiva, os itens que está segurando como a tocha por exemplo, pode cair da mão e tem que pegar novamente.

 

 

Um jogo indie, desenhado a mão, rico em detalhe e como uma ótima história de enredo envolvente que faz o jogador querer jogar mais e mais, devido as batalhas com emoção e cada vez mais difícil. Unto The End merece toda a nossa atenção e vale muito a pena jogar.

 

Confira a gameplay realizada pelo canal Com Noção do jogo Unto The End abaixo:

 

 

Unto The End
Nota Final
9.8/10
9.8/10
  • Gráficos - 10/10
    10/10
  • Jogabilidade - 9.5/10
    9.5/10
  • História e Diversão - 9.8/10
    9.8/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 10/10
    10/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Um jogo envolvente, que dá horas de entretenimento ao jogador!