Black Dragons é tradição dos esports na Nimo TV

0
21

 

Os fãs da Black Dragons (BD) não precisam ficar esperando um campeonato ou uma partida para ver seus ídolos jogando. As equipes contam com canais de streaming na Nimo TV, onde os players fazem transmissões diárias, dos mais diferentes games: Rainbow Six Siege, Free Fire, PUBG, CrossFire, CS:GO, Fifa e Call of Duty Mobile.

 

 

“A Brack Dragons foi a primeira equipe contratada pela Nimo TV, no mesmo ano em que a plataforma desembarcou no Brasil, em 2018. Temos muito orgulho em dizer que somos a casa desses atletas tão talentosos, que crescem a cada ano”, comenta Rodrigo Russa Dias, gerente de Marca e PR da Nimo TV.

 

Pode-se dizer que a Black Dragons é uma das equipes de esports mais antigas do mundo, fundada em 1997. A história da BD começa com Denis “Pings” Vidigal, que aos 13 anos de idade criou um time de amigos para disputar campeonatos amadores de Quake.  A partir de 2015 a equipe ganhou notoriedade com a entrada no competitivo de Rainbow Six Siege.

 

Atualmente, a Black Dragons acumula 50 títulos nacionais e 15 internacionais de CS:GO, Rainbow Six, Freefire, Paladins, Smite, Painkiller, Zula, Gears of War, Warface, Fifa Pro Clubs, PUBG e Rocket League. Com destaque para o mundial de Point Blank e dois mundiais de CrossFire.

 

A equipe faz transmissões diárias na Nimo TV, em diferentes horários e games, em um dos cinco canais Black Dragons. A equipe de CrossFire tem um canal exclusivo para cada um dos atletas do competitivo – VIANNA1, DANIMALz, MAZIN, ADRF, NOTZIN e WILLFPS – fazerem suas lives.

 

 

 

A Black Dragons também tem um canal dedicado para os gamers de BD Free Fire, que tem lives de jogadores que competem na National Free Fire Association (NFA) como Aizeen e Tox. No canal de BD Rainbow Six Siege, os jogadores Hugzord, Seiya, Pzd, Patoxy e Hornet fazem transmissões e no BD PUBG também é possível assistir as meninas da equipe de CS:GOAnabala, Mari e Olga. Já no canal BD Outros é possível acompanhar o Vechia de Fifa, o EDM coach de CrossFire, Pithon de COD Mobile e muitos outros players da BD jogando.

 

Quando o assunto são os players, a Black Dragons reúne muitos talentos e histórias, como a de Phoenix, capitão da line-up de Freefire, que antes de entrar para passou por um tratamento de saúde e chegou a competir enquanto estava internado na UTI. Já Olga, tem uma longa carreira no CS:GO, quebrou barreiras como única mulher trans no competitivo do game no Brasil e hoje é destaque da equipe feminina.

 

“Pings” transformou seu sonho de criança em uma das equipes mais bem-sucedidas dos esports no Brasil. Competindo até 2018, ganhou campeonatos nacionais e disputou mundiais jogando Painkiller e Paladins. Hoje tem como sócia a ex-jogadora Nicolle “Cherrygumms” Merhy e juntos reúnem grandes nomes dos games.

 

“Nosso foco é o competitivo e estamos sempre em busca dos melhores jogadores do mercado. Ficamos de olho em quem está começando a ter destaque no cenário, trazemos para a BD e os treinamos para serem profissionais”, relata Pings.

 

Para acompanhar todos os passos dos atletas da Black Dragons, os fãs da equipe podem assistir as lives na Nimo TV e acompanhar a agenda de competições e eventos no aplicativo da BD para dispositivos móveis com sistema operacional iOS e Android.