Análise da 2º Temporada de Aggretsuko

0
58

 

A 2º temporada de Aggretsuko estreou ontem (14) na Netflix e já maratonamos esta série maravilhosa sobre a vida de uma adorável (depende do ponto de vista) panda vermelha e as dificuldades de uma vida adulta.

 

 

Para quem não sabe, Aggretsuko é uma série baseada na personagem Retsuko (uma panda vermelha) criada pela empresa japonesa Sanrio (sim, a mesma que criou a Hello Kitty!), em parceria com a Netflix. O nome da série é a junção da palavra Aggressive + Retsuko = Aggretsuko. Isto por que a pequena personagem, de 25 anos, moradora do Japão e que tem um chefe que é um porco chauvinista (sim, ele é literalmente um porco!) gosta de ir ao Karaokê para cantar músicas de death metal para desestressar. O hobby por death metal é uma das principais características de Retsuko, que gosta de criar letras onde deseja a morte ou xinga seus desafetos ou problemas do dia a dia.

 

 

A 1º temporada que estreou no ano passado no serviço de streaming, contou basicamente como é a vida da personagem, suas características e das pessoas que a rodeiam. A temporada passa-se principalmente no escritório de contabilidade, onde Retsuko trabalha, e mostrou quem são os personagens que trabalham com ela e a ajudam a suportar o chefe Porcão (o nome é esse mesmo!). Então podemos dizer que a temporada mostra de forma engraçada os problemas que todos nós adultos passamos quando iniciamos nossas carreiras (formais) em empresas. Se você tem entre 25 e 35 anos vai amar a série. Além disso, é legal conhecer um pouco mais da cultura japonesa (pois a série se passa no Japão) e os costumes locais.

 

Agora vamos para a nossa análise da 2º temporada de Aggretsuko. Pode ser que apareça um spoiler ou outro, portanto, só continue lendo se estiver certo disso ok ?!

 

A 2º temporada de Aggretsuko conta com mais 10 episódios sobre a pequena panda vermelha Retsuko e sua vida insuportável de adulto.

 

O legal desta temporada é que ela é mais leve, no sentido de mostrar outros questionamentos da vida adulta, não só mostrando os problemas do trabalho. Desta vez o foco principal é sobre a vida amorosa de Retsuko, além disso, ela pensa mais sobre novas conquistas, como por exemplo, adquirir uma carteira de habilitação.

 

O âmbito amoroso, o primeiro grande problema é sua mãe, que aparece do nada em seu apartamento e querendo fazer de qualquer maneira com que ela conheça rapazes de que não tem interesse, em uma espécie de “casamento arranjado”. Ela resiste por um bom tempo, mas depois acaba aceitando sair com um rapaz, apesar dele ser meio “legalzinho” não dá certo.

 

 

E ela acaba encontrando um “grande amor” onde menos se esperava (não vou dar spoiler desta vez, assista!). O que ela não sabe é que este rapaz é muito, mas muito famoso no Japão. Ela curte muuuuiiiiittttoooo os dias que tem junto dele, mas depois de algum tempo surgem problemas de relacionamento (como com todo casal), e ela acaba repensando se é hora de se entregar de vez ao rapaz.

 

Ah… e os problemas no trabalho não acabaram tá? Um novo estagiário aparece no escritório querendo puxar seu tapete e quase deixa ela louquinha!

 

A temporada termina com mais uma ida ao Karaokê para desestressar. Após isto, ela ajuda a amiga na mudança (pois agora ela dirige!) e dando a entender que há muito mais por vir na série.

 

Resumindo, a série Aggretsuko está evoluindo muito bem, mostrando realmente como lidamos com os problemas da vida adulta. Se você é criança ou adolescente talvez ainda não entenda por completo a série, mas se você é adulto (como eu) vai entender perfeitamente que a série é quase uma biografia sua (muitas cenas dizemos “isso aconteceu comigo!”). Agora é aguardar (talvez mais um ano?) por uma nova temporada de Aggretsuko!

 

A e a 2º temporada de Aggretsuko estão disponíveis na Netflix com 10 episódios cada. Além disso, há um especial de Natal com 22 minutos. Confira abaixo o trailer da segunda temporada: