Análise da 1º Temporada do anime Chainsaw Man, disponível na Crunchyroll

0
680

 

Apesar de já fazer algum tempinho que a 1º Temporada do polêmico anime Chainsaw Man ter terminado, somente no último dia 17 de janeiro que a Crunchyroll finalmente lançou o último episódio de forma dublada. Apesar de toda a empolgação inicial que o público tinha com relação à este anime, tudo foi por água abaixo com uma história fraca e uma “fanbase” extremamente ignorante.

 

 

Em um mundo sobrenatural habitado por demônios que manifestam o medo coletivo dos humanos, a série acompanha Denji, um caçador de demônios adolescente que firma um pacto  com seu demônio de estimação, Pochita. Seu objetivo é ressuscitar do mundo dos mortos para se tornar o Homem-Motoserra. Por conta das dívidas que herdou do pai, vive na miséria e, para pagar as contas, extermina demônios junto com Pochita. Até que um dia, Denji é traído e morre. Em seus últimos momentos de consciência, firma um pacto com Pochita e renasce como o Homem-Motosserra, um humano com coração de demoníaco. Chainsaw Man se baseia no popular e premiado mangá homônimo, escrito e ilustrado por Tatsuki Fujimoto (Fire Punch; Look Back; Goodbye, Eri), e publicado pela Weekly Shōnen Jump, da editora Shueisha. O anime é dirigido por Ryū Nakayama (Fate/Grand Order Absolute Demonic Front: Babylonia; The Rising of the Shield Hero).

 

Chainsaw Man é daquelas histórias que a gente conhece mesmo sem querer. Antes mesmo do anime ser lançado no streaming, vários adolescentes já eram apaixonados pelo mangá, faziam cosplay e diziam que a produção logo se tornaria um dos melhores animes de todos os tempos. Toda esta empolgação deixou o resto dos fãs de animes na expectativa do que viria, mas logo nos primeiros episódios o que se viu foi uma história com uma boa base, mas que não se sustentou com um roteiro fraco, personagens sem carisma e excesso de sexualização. Além disso, Chainsaw Man ganhou logo a fama de ter uma das piores e mais bizarras fanbases dos animes, ganhando este título principalmente após a exibição do penúltimo episódio dublado, quando após uma tradução de uma frase curta gerou revolta dos fãs e com isto a decisão do dublador Guilherme Briggs de abandonar o trabalho após receber até ameaças.

 

Como falei anteriormente, Chainsaw Man tem até uma boa ideia, mas os personagens são tão sem carisma e tudo é tão apelativo e sexualizado, que ao invés de nos atrair, nos dá repulsa de assistir. O tal do “humor ácido” que os criadores diziam ter, não se vê, e o excesso de falas sem sentido chegam a dar sono em algumas situações. No final, fica até uma brecha para o que pode ser uma reviravolta no anime e fazê-lo ficar bom, mas se continuar assim com uma história tão fraquinha e apelando para sexualização e cenas simplesmente nojentas (como um beijo vomitado), o anime não deve ter muito mais tempo no ar.

 

Porém, temos que dizer que apesar de todas as críticas acima, a animação produzida pelo MAPPA (Maruyama Animation Produce Project Association), prestigiado estúdio japonês de animes, conhecido pelo trabalho com Attack on Titan Final Season; JUJUTSU KAISEN; Yuri!!! on Ice, takt op.Destiny, e Hell’s Paradise (a ser lançada), é algo a se tirar o chapéu, não só por não encontrarmos erros, mas por ser algo tão moderno que vez ou outra, principalmente em cenas de ação, achamos ser um filme de cinema.

 

No geral, Chainsaw Man fez o público amante de animes broxar com uma expectativa que estava lá no alto no primeiro episódio e que fez muita gente nem terminar de assistir os restantes dos 12 episódios.

 

A 1º Temporada de Chainsaw Man está disponível legendada e dublada na plataforma de streaming da Crunchyroll. Confira o trailer abaixo:

 

 

1º temporada de Chainsaw Man - Crunchyroll
Nota Final
7.6/10
7.6/10
  • História - 7/10
    7/10
  • Animação - 10/10
    10/10
  • Personagens - 6/10
    6/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 7.5/10
    7.5/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

No geral, Chainsaw Man fez o público amante de animes broxar com uma expectativa que estava lá no alto no primeiro episódio e que fez muita gente nem terminar de assistir os restantes dos 12 episódios.