HQ selecionada pelo Rumos Itaú Cultural e vencedora do Prêmio Jabuti será lançada nos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e Austrália

0
23

 

A HQ Meta – dept. de Crimes Metalinguísticos, de Marcelo Saravá, vencedora do Prêmio Jabuti 2021 na categoria quadrinhos, será lançada pela editora Scout Comics nos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e Austrália no dia 17 de agosto, com a disponibilização do primeiro capítulo do livro e, em seguida, a graphic novel completa.

 

 

No exterior, o projeto, contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2017-2018, conta com cinco capas exclusivas na primeira edição, cada uma assinada por um artista diferente: os brasileiros André Freitas e Brão, o americano Kelly Williams, o italiano Marco Fontanili e o alemão Ralf Singh. O primeiro capítulo da HQ pode ser acessado, em português, no site do Itaú Cultural.

 

“Ainda não caiu a ficha. Essa vai ser minha primeira publicação fora do Brasil e estou muito satisfeito em trabalhar com uma editora que dá espaço para as decisões criativas do autor”, afirma Saravá. “Ah, falei com os personagens do META e eles também estão contentes. E isso é o mais importante”, brinca.

 

META – Depto. de Crimes Metalinguísticos

 

A história em quadrinhos parte do assassinato de um desenhista, cujos principais suspeitos são os personagens criados por ele para uma HQ. Nesse contexto entra em cena META, uma polícia secreta que investiga casos ocorridos em universos diferentes, com detetives que atuam nos quadrinhos, teatro, literatura, cinema e quaisquer outras mídias narrativas. Eles quebram a quarta parede para sair desses universos e solucionar os mais estranhos casos.

 

Em um exercício estilístico de narrar histórias sobre o ato de contar histórias, o roteiro de Saravá reúne drama, humor, experimentalismo e cultura pop, colocando em discussão a relação das pessoas com as artes. Dentro dessa ideia, META conta com a participação especial de personagens conhecidos, como Bone, do autor norte-americano Jeff Smith, e Deus, do cartunista brasileiro Carlos Ruas. Ao todo, a HQ contém 19 artes de quadrinistas brasileiros e internacionais, como Walt Simonson e Laerte Coutinho, além de incluir homenagens póstumas a Juan Giménez e Daniel Azulay, falecidos em 2020.