Análise da 1º Temporada do live action de Gokushufudou: Tatsu Imortal, disponível na Netflix

0
19

 

Você consegue imaginar a mistura das palavras “Yakuza” e “dono de casa” em uma mesma frase? Pois Kousuke Oono não só consegue, como escreveu e ilustrou o mangá Gokushufudou – Tatsu Imortal (The Way Of The Househusband) que se tornou um anime lançado em abril de 2021 na plataforma de streaming da Netflix. O anime foi muito bem recebido pelo público que se divertiu com o personagem Tatsu, um ex-Yakuza que após por ter invadido a sede da gangue rival sozinho e matado todos os rivais, saindo ileso resolve se aposentar e tornar-se dono de casa.

 

 

Porém, a ganancia da Netflix não tem fim, e então resolveram criar mais um péssimo live action, a exemplo da porcaria que já tinham feito em Death Note. O live action de Gokushufudou – Tatsu Imortal se tornou na Netflix Um Yakuza Genial: Tatsu Imortal e simplesmente … me desculpem a palavra…. CAGOU em toda a obra de Kousuke Oono.

 

Assim como o anime, o live action aposta numa pegada mais rápida, com episódios de aproximadamente 6 minutos, mas param por aí as comparações. No anime vemos uma dinâmica visual diferente, com cortes mais secos e com um personagem que dificilmente sorri. Já no live action, Tatsu é bem tonto pra falar a verdade e não tem nada de Yakuza dentro dele, aliás, o fato dele ser ex-Yakuza não é citado nem explorado nesta nova produção.

 

 

Enquanto no anime temos a plena noção que acompanhamos uma nova vida de um ex-Yakuza cuidando dos afazeres domésticos, no live action simplesmente vemos um japonês dando dicas de como lavar roupa, limpar os objetos da casa, consertar janelas, etc… deixou o lado engraçado que tinha em … novamente… um ex-Yakuza virando doméstico? … para se tornar apenas num canal do Youtube com tutoriais de como cuidar de sua casa.

 

A esposa dele? Sumiu! Os ex-parceiros de gangue? Não existem! Vida fora de casa? Esquece!

 

É uma produção tão baixa renda e sem graça que até eu faria aqui com meu celular Motorola mais baratinho…. é ridículo a Netflix apresentar isto como um live action.

 

 

Enquanto o anime faz com que nós (principalmente casados) nos identifiquemos com o personagem e as situações que ele passa, o live action não tem nada que nos faça simpatizar com ele. Ele é bobo, sem graça e não tem nada de interessante para apresentar. É um fiasco!

 

Se você tiver coragem, vai lá e assista a 1º Temporada do live action de Gokushufudou: Tatsu Imortal. Mas recomendo que assista ao anime, pois é bem melhor! Confira o trailer abaixo dos dois e compare!

 

 

Um Yakuza Genial: Tatsu Imortal
Nota Final
3.5/10
3.5/10
  • Ideia e Roteiro - 3/10
    3/10
  • Fotografia, Figurino e Efeitos Visuais - 3/10
    3/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 4/10
    4/10
  • Adaptação e Atuação - 4/10
    4/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

É até uma ofensa dizer que isto é um live action!