Análise da série Falcão e o Soldado Invernal, disponível no Disney+

0
42

 

Salve salve família caramelada, aqui quem fala é Paulo Koscak, o Caramelo Total, diretamente do Caramelo Studios Productions in Brazil. E hoje vamos falar de Capitão América e o Soldado Invernal… ops…. É isso mesmo! E se você não gosta de spoilers e quer ver a série, melhor não ler mais…

 

 

Sam Wilson começa a série como terminou o filme Vingadores 4, como O Falcão. O mesmo acontece com Bucky Barnes, que se mantém como Soldado Invernal. Uma coisa que me deixou chateado foi Sam ter entregue o escudo ao governo, abrindo mão do presente que ganhou do Capitão América ao final do filme 4. Esse primeiro episódio não é dos mais empolgantes, terminando com o governo entregando o escudo para John Walker, que assume o manto de Capitão América.

 

 

A série introduz os Apátridas, várias pessoas que receberam o soro do super soldado, mas que estavam atuando para derrubar os governos mundiais. Não há uma grande motivação por parte deles, apenas raiva do sistema atual. Roubam e matam e se justificam pela revolução. Logo, o novo Capitão é chamado para lutar contra esses vilões. Neste mesmo embate, Falcão e Soldado estão na perseguição. Inicialmente, John Walker busca trabalhar em conjunto com os dois, mas rapidamente mostra sua verdadeira face, os mandando ficarem afastados.

 

A tensão fica clara entre eles, e o público já passa a ter raiva desse novo capitão. Em paralelo, Sam e Bucky tentam se acertar, pois há raiva do soldado pelo fato de Sam ter entregue o escudo ao governo. Antes disso, Barnes está buscando resolver seus conflitos internos colocando as pessoas que ele ajudou como Soldado Invernal na cadeia.

 

 

A série apresenta outro personagem que recebeu o soro se super soldado, um negro que ficou preso muitos anos, sendo testado como um rato de laboratório. A questão racial é muito abordada na série, onde até Sam é enquadrado pela polícia. Uma das melhores coisas da série é deixar explícito o quanto a vida é mais difícil para os negros.

 

O figurino da série é muito bom. Já deixo aqui a nota de 9 caramelitos, para trilha sonora também.

 

 

Pra quem é fã de X-Men, há a introdução da ilha de Madripour, palco de alguns arcos do Wolverine. Lá, somos apresentados a sobrinha de Peggy Carter. Ela volta ao universo Marvel como fugitiva, que tinha se tornado vendedora de artes roubadas para se manter viva. Ela fala que o Mercador do Poder vendeu o soro para algumas pessoas e o único que poderia ajudá-los era o Barão Zemo, aquele de Vingadores 2.

 

Após um plano mal arquitetado, cheio de brechas de roteiro, Zemo sai da prisão e passa a ajudar os heróis na missão de acabar com os Apátridas. Logo de cara, as guerreiras de Wakanda vêm buscar o Barão, pois ele matou o rei. Bucky pede uns dias e afirma que entregará Zemo à elas.

 

Barão Zemo até ajuda eles, mas sempre focado em seus interesses. Até que as guerreiras perdem a paciência e levam o Barão para Wakanda. Com tudo isso, a líder dos vilões mata o parceiro do Capitão América, fazendo com que ele mate um dos soldados Apátridas. Esse ato faz com que ele perca o escudo e seja destituído das patentes que tinha do exército.

 

Sam Wilson recebe uma nova armadura de Capitão América, misturando com suas asas. Fica muito legal. Ele e o soldado vão atrás da líder vilã, sendo ajudados pela Carter. Até que, em um momento derradeiro da perseguição, Carter é revelada como sendo o Mercador do Poder, matando George St Pierce, que era um vilão que já tinha tomado um pau de Steve Rogers na Guerra Civil, e mata a vilã, omitindo assim sua identidade secreta braba.

 

O Capitão América dá um sermão nós políticos, as leis são reestudadas e mudadas. A deixa para o filme 4 do Capitão América fica clara. O Soldado Invernal fica apaixonado pela irmã de Sam, mas sem evolução. No dia seguinte o filme 4 é anunciado. Ótima expectativa.

 

Consideração Final

 

A série podia ser um longa e seria um bom filme. Valeu a pena esperar seis semanas para ver. Diferente de WandaVision. Foi tudo muito bem introduzido, com desfecho satisfatório. Personagens bem colocados e aproveitados. Cenários legais, locações legais. A volta de personagens fazendo sentido.  Série leva 9 caramelitos no geral!

 

A série Falcão e o Soldado Invernal está disponível na plataforma de streaming Disney+. Confira o trailer abaixo:

 

 

Falcão e o Soldado Invernal
Nota Final
9/10
9/10
  • Ideia e Roteiro - 9/10
    9/10
  • Fotografia, Figurino e Efeitos Visuais - 9/10
    9/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 9/10
    9/10
  • Adaptação e Atuação - 9/10
    9/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A série podia ser um longa e seria um bom filme.