Análise do filme Liga da Justiça de Zack Snyder, disponível nas plataformas digitais

0
58

 

Salve Salve família caramelada, aqui quem fala é Paulo Koscak, o Caramelo Total, diretamente do Caramelo Studios Productions in Brazil. Pegando a onda nesse hype phoda, que até quem não gosta assistiu ou vai assistir, Liga da Justiça de Zack Snyder. Sabe aquela versão do diretor? Cortes do diretor? Então, este texto é para aqueles que odeiam este diretor e seu estilo e sempre tiveram a opção de não assistir seus filmes. Também é para aqueles que gostam do seu estilo e só podiam especular e imaginar como seria esse corte da Liga da Justiça.

 

 

Nesse ponto, o filme é único e não somente por ser um caso inédito mas por manter tudo o que os críticos mais ferrenhos não gostam e por presentear aqueles que tanto torceram para ver esse filme ser lançado. Tá aí uma forma bizonha de dizer que “essa relação é ganha-ganha”.

 

O filme tem defeitos sim, mas é de uma personalidade ímpar, sem medo de expor tudo aquilo que Snyder tem como seu estilo de direção. Mergulhei de alto, sem expectativas e logo no começo senti que era outra pegada de filme. As 4 horas passaram sem que fosse cansativo. Ele soube dosar partes de tensão, com ação e depois a calmaria. No fim do segundo ato, a despressurização para o terceiro, os heróis juntos conversando de boa, nos preparando para o ato final sem que ficasse explícito o tanto de ação que viria em alguns minutos. E já tinha se passado mais de 3hs de filme.

 

 

Tudo foi bem explicadinho. Não tinha uma cena sem que a anterior não tivesse explicado. Roteiro amarrado, história com começo/meio/fim bem feitos. Até a cena de sonho do Bruce foi legal, fez sentido naquele momento. Quando comecei a assistir, me preparei para acompanhar essa maratona de alguns filmes em um só. Gostei demais da evolução de cada personagem e a aparição do tão esperado Darkside, como gostaríamos que ele fosse, igual nas HQs, além da equação da antivida e o quarto mundo.

 

 

Gostei do estilo do Flash do filme, bem diferente do Flash da série, deixou o personagem mais legal no corte novo, bem diferente do “outro filme”, passando a ser um dos mais importantes principalmente no derradeiro fim. Já a Mulher-Maravilha foi quase a mesma personagem do seu filme solo.

 

Foi difícil escrever e não dar spoilers, mas um filme épico como esse, merece ser visto sem que a gente estrague a experiência do amiguinho. Emocionante. Foi tão bom que parecia Marvel.

 

 

O filme é 9 no geral, deixando apenas 9,5 caramelitos para fotografia, que foi muito bem dirigida. Figurino, trilha sonora, atuação… cara, que filme, que filme!

 

O filme estará disponível para aluguel em plataformas digitais como Apple TV, Claro, Google Play, Looke, Microsoft, Playstation, Sky, Uol Play, Vivo e WatchBr por três semanas, para ser assistido quando e onde você quiser. Após 8 de abril, o título retornará ao catálogo da HBO Max, que será lançado em junho de 2021. Confira o trailer abaixo:

 

 

Liga da Justiça de Zack Snyder
Nota Final
9/10
9/10
  • Ideia e Roteiro - 9/10
    9/10
  • Fotografia, Figurinos e Efeitos Visuais - 9/10
    9/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 9/10
    9/10
  • Adaptação e Atuação - 9/10
    9/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Figurino, trilha sonora, atuação… cara, que filme, que filme!