Análise do filme ‘The Old Guard’

0
65

Quando pensamos em um filme que é adaptação de uma HQ de Greg Rucka (Mulher Maravilha, Lazarus, Stumptown), cujo trabalho nos universos da DC e da Marvel já rendeu diversos prêmios, e ilustrada pelo artista argentino Leandro Fernández (O Justiceiro, Carnificina Americana, The Discipline), claro que você cria uma grande expectativa em ver algo com boa história e muita ação. E ‘The Old Guard’ tem tudo isso.

O filme que foi lançado na plataforma da Netflix no último dia 10 de Julho trouxe a história da protagonista Andy ou Andrômaca (Charlize Theron), humana, porém, imortal. Junto com outros guerreiros imortais como Andy, Booker (Matthias Schoenaerts), Joe (Marwan Kenzari) e Nicky (Luca Marinelli), formam uma equipe que por séculos trabalham em missões e resgates.

A história inicia a partir de um contato chamado Copley (Chiwetel Ejiofor) que a princípio não esclarece quem ele realmente é, e no decorrer da história você entende que ele é um contratado de uma empresa farmacêutica e que por conta da devastação emocional causada pela morte de sua esposa começa uma pesquisa intensa sobre Andy e descobre grandes feitos e principalmente a imortalidade dela.

A equipe sai em busca de um regaste falso e com provas de que são imortais (aliás a cena é show), a empresa se prepara para prendê-los para poder fazer a pesquisa sobre a imortalidade e com isso ter muitos lucros.

No decorrer da fuga, a equipe mostra que além de imortais eles tem uma conexão mental também e todos sentem que há mais uma deles no mundo e Andy decide resgatá-la para ficar junto com eles. É onde entra na história a fuzileira Nile (KiKi Layne) que a princípio fica sem entender e por isso fica tentando escapar de Andy. E para que haja uma explicação (não só para Nile mas para nós também…) há vários “flashbacks” sobre as personagens – acredito que ficaria muito extenso ou até mesmo é uma abertura para continuações. Há coisas na HQ que não foram contadas no filme como, por exemplo, que Andy amou um homem chamado Achilles e que foi afastado dele por conta do dom que ela tinha. Também não se explica o porquê na época atual surgiu uma nova imortal e também que todos eles tem um fim mas não se explica quando isso ocorrerá.

Lembrando que é uma adaptação de HQ para um filme, há algumas mudanças. Por exemplo: Andy da HQ por ser uma pessoa antiga não gosta de tecnologia – diferente da Andy do filme. Copley na HQ é muito mais vilão – no filme ele acaba ajudando a equipe de imortais. Na HQ, o esconderijo da equipe de Andy é uma mansão abandonada e suja que eles compartilhavam com usuários de droga, no filme também é uma mansão abandonada mas tão chique por dentro que até eu moraria lá sem problemas (rs).

O filme da Netflix também acrescentou uma personagem na história: Quynh (Van Veronica Ngo ) que serve de história de fundo para Andy. As duas se encontraram há muitos anos atrás e por serem imortais resolveram ficar juntas enfrentando qualquer tipo de situação. Porém, em um certo momento das suas vidas foram consideradas bruxas e Quynh foi jogada viva em um caixão de ferro ao mar e sendo imortal, Andy acredita que enlouqueceu de tanto morrer e ressuscitar dentro do mesmo.

Infelizmente Booker (um imortal que teve família e três filhos) não está mais satisfeito em ser imortal e querendo saber o motivo de ser o único da sua família que se manteve vivo, apoia e ajuda a empresa farmacêutica a prender todos os imortais para fazer experimento. Nile (que há principio não queria e também queria aproveitar o tempo da sua mãe e de seu irmão na Terra), ao sair da equipe percebe o que Booker fez e volta para poder resgatar todos. A cereja do bolo fica por conta da cena final onde Booker isolado da equipe entra no quarto que está vivendo e encontra com… Quynh (que tinha sido dada como morta por Andy após anos de buscas). E você fica com gostinho de quero a sequência para saber no que vai dar.

O filme é ótimo e vale a pena conferir!

‘The Old Guard’ está disponível na plataforma de streaming da Netflix. Confira o trailer abaixo:

The Old Guard
Nota Final
9.8/10
9.8/10
  • Ideia e Roteiro - 9.7/10
    9.7/10
  • Fotografia, Figurinos e Efeitos Visuais - 10/10
    10/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 9.5/10
    9.5/10
  • Adaptação e Atuação - 9.8/10
    9.8/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Filme que (por favor) tem que ter a continuação para poder ficar excelente.