Análise dos últimos episódios de ‘Bojack Horseman’

0
815

 

No último dia 31 de janeiro a Netflix lançou os episódios finais da 6º temporada de ‘Bojack Horseman’. Estes episódios encerram a série, mas ainda deixam alguma brecha para voltar. É um fim, mas nem tanto….

 

 

Para quem não conhece a série, ‘BoJack Horseman’ é um cavalo humanoide que busca um retorno a Hollywood anos depois de sua fama como estrela de uma sitcom nos anos 1990. Com a ajuda de um amigo humano e sua ex-namorada felina (que é sua agente também), ele se esforça para recuperar sua carreira e sua dignidade.

 

Este artigo abordará somente os 8 episódios finais da série e deve ter um ou outro spoiler, portanto, caso não esteja de acordo, é melhor parar de ler por aqui.

 

Vamos lá….

 

Estes episódios finais já dão ênfase nesta nova tentativa de mudar de vida de Bojack. Logo no 9º episódio (o 1º da segunda e última parte da 6º temporada), ele aparece como professor de interpretação, porém, Hollyhock não gosta nada de saber disso, pois é onde ela está estudando. Isso já gera uma intriga e faz com que os problemas de relacionamento de Bojack voltem à tona. Em outro episódio, vemos Diane (que se tornou quase uma protagonista da série também) lidando com sua depressão e não conseguindo ainda escrever suas memórias.

E no meio disso tudo vemos os repórteres Paige e Max investigando a vida de Bojack para achar uma relação entre suas merdas e a morte de Sarah Lynn. Claro que após algumas entrevistas e a grande ajuda da boca grande (cagueta) do Sr. Peanutbutter, eles chegam a conclusão de que Bojack é de certa forma um dos responsáveis pela morte de Sarah Lynn. Mas antes da matéria ir aos jornais, sua amiga, Princesa Carolyn, dá a ideia para Bojack de uma entrevista exclusiva na TV contando os últimos momentos de Sarah Lynn. Uma forma de amenizar a situação e mostrar o lado “humano” de Bojack nesta situação toda. A estratégia dá certo e o público o apoia, mas uma segunda entrevista exclusiva (o apoio subiu a cabeça do equino) joga a popularidade de Bojack na lama e o público desta vez quer acabar com o astro. E é aí que Bojack volta ao fundo do poço….

 

Bojack volta a encher a cara, invade sua ex-casa (sim, ele teve que vender pra pagar processos judiciais), revira tudo e acaba caindo na piscina (sim, aquela cena da abertura!), onde se afoga e… morre! OMG!

 

 

Esta morte talvez tenha sido um dos melhores momentos da série, pois vira uma espécie de terapia e análise de sua própria vida. Neste momento ele se encontra com todas as pessoas que de alguma forma ele fez mal ou foram importantes para que ele esteja onde está agora. Sua mãe, pai, ex-colegas de trabalho, etc… É um episódio bem legal e vale levar os “ensinamentos” dele para a nossa vida.

 

Mas aí… puff…. Bojack não morreu não! Ele acaba sobrevivendo ao “acidente”, mas acaba sendo condenado há 14 meses de prisão por invasão de propriedade. Ruim?! Não! Isto talvez tenha sido a melhor coisa que já tenha acontecido à este Bojack, pois é na prisão que ele se encontra …. sóbrio e dirigindo uma peça com os outros presos como atores.

 

O último episódio mostra Bojack saindo da cadeia (ele não cumpriu a pena ainda, só teve uma liberação de um dia) para ir ao casamento da sua ex-agente Princesa Carolyn com seu assistente Judah. Princesa Carolyn que acredito tenha tido o melhor final, pois ela conseguiu realizar seu sonho de ser mãe e de ter um casamento com alguém que a ama.

 

 

Outros finais são importante destacar, como o de Todd, que finalmente arruma uma namorada, tem um apartamento, um emprego, mas ainda está tentando voltar a se relacionar com sua mãe. O bom é que a série mostra que apesar de ser uma volta difícil, ambos estão tentando isto, por se amarem tanto. Também devemos lembrar do final do Sr. Peanutbutter que tem que lidar com um momento sozinho (sim, ele está solteiro) e descobrir que nem tudo é uma festa ou tão feliz como ele sempre achou. Saber lidar com os problemas da vida sozinho e sem se afastar da realidade é duro, mas é necessário.

 

O final da série mostra Bojack e Diane no telhado da festa de casamento. Ambos discutindo seus bons e maus momentos, quase uma briga, quase uma terapia, mas um momento que deviam ter tido à muito tempo. Diane continua tentando lidar com a depressão e Bojack com as merdas que fez ao longo de sua vida. Há uma pausa na discussão…ambos ficam olhando pro nada e … fim…

 

Apesar da singularidade e ‘Bojack Horseman’ em mostrar os meandros de Hollywood e também a realidade da vida de uma pessoa que sofre de depressão e/ou vícios, achei o final fraco, pois não deu um final de verdade (pelo menos aquele que estamos habituados) para os personagens. Eu queria ver eles bem ou mal (que seja). Bojack por exemplo para mim devia ter morrido e mostrado a realidade (de verdade) de uma forma com a vida que ele leva. Mas enfim… não vou discutir com uma série né?! rsrsrsrs…

 

Ah… e este final, apesar da Netflix ter deixado claro que é o fim da série, deixou uma brecha para uma continuação. Talvez nem seja na Netflix né? Quem sabe?!

 

Todas as 6 temporadas de ‘Bojack Horseman’ estão disponíveis na plataforma de streaming da Netflix. Confira o trailer:

 

6º temporada da série Bojack Horseman - Netflix
Nota Final
7/10
7/10
  • História - 7.5/10
    7.5/10
  • Animação - 7.5/10
    7.5/10
  • Personagens - 7/10
    7/10
  • Áudio e Trilha Sonora - 6/10
    6/10
Sending
VOTAÇÃO POPULAR ➡️
0 (0 votes)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ah… e este final, apesar da Netflix ter deixado claro que é o fim da série, deixou uma brecha para uma continuação. Talvez nem seja na Netflix né? Quem sabe?!