Análise do filme ‘Minha Mãe É Uma Peça 3’

0
275

 

Eu duvido quem não assista a sequência do filme ‘Minha Mãe É Uma Peça 3’ (mesmo que não tenha assistido aos anteriores), esteja na fase em que vai sair de casa ou casar ou tendo filho e não perceba a própria mãe na Dona Hermínia – personagem central interpretado pelo ator Paulo Gustavo. Eu adorei o filme, diálogos que faziam a gente rir por conta de ter ouvido em algum momento na própria mãe.

 

Assistam, pois o filme embora seja uma sequência, ele não é amarrado de forma dependente um do outro. Dirigido por Susana Garcia, o filme ‘Minha Mãe É Uma Peça 3’ volta a contar a vida de Dona Hermínia, uma mãe dedicada que viveu para criar seus três filhos, quando os mesmos crescem ela se vê em uma liberdade “obrigatória” onde ela tenta se adaptar: e é aí que vem a graça, porque ela (como a maioria das mães) não quer esta liberdade. Por ela continua os filhos todos grudados nela para poder cuidar e reclamar deles…

 

Desta vez, a filha Marcelina está à espera de um bebê e Juliano junto ao namorado decidem formar uma família e resolvem se casar. Apesar do susto inicial Dona Hermínia adora a ideia de ser avó novamente (ela já tem um neto, porém, mora em Brasília) e quer resolver a vida dos filhos como planejar o casamento sozinha e cuidar da futura neta de forma integral. Claro que isso gera cenas divertidíssimas como por exemplo ela indo em uma feira de gestante comprar o berço da neta e contratar no chá de bebê um paramédico para ensinar Marcelina e o namorado a cuidar do bebê. E para completar o ex-marido Carlos Alberto (Herson Capri) é seu novo vizinho de apartamento. Deu para imaginar o quanto é hilário os diálogos entre eles.

 

Bem, no início da história a personagem principal tenta se ocupar com atividades simples do cotidiano, faz feira e bate-papo na rua. Com as notícias dadas pelos filhos ela acha que vai poder voltar a cuidar da vida deles… é onde ela cai na real: eles cresceram e querem viver a vida da forma que acham melhor, então, Dona Hermínia entende que os filhos já não são mais tão dependentes a ela, decide se reinventar… monta grupo da terceira idade para ir a bailes e viaja com a amiga Dona Lourdes (Malu Valle) para os Estados Unidos… muito boa a cena do restaurante em que elas tem que pedir comida em inglês e não conseguem. Voltando para a casa ela decide fazer um jantar para conhecer o namorado da Marcelina e a futura sogra do Juliano. Podem imaginar como foi o resultado né? Há o momento em que Dona Hermínia conhece a casa da Marcelina antes de ter a bebê e juro: me lembrou algumas pessoas da minha família…quem? Minha mãe e minha sogra… kkkk…..

 

Momento “casamento do Juliano” é bem legal também, além das boas risadas que você dará com as situações entre Dona Hermínia e suas irmãs, Iesa (Alexandra Richter) e Lúcia Helena (Patricya Travassos), também com Ana (Stella Maria Rodrigues) a futura sogra de Juliano e com sua fiel assistente Waldeia (Samantha Schmutz) você perceberá a homenagem carinhosa que o ator Paulo Gustavo faz a mãe dele durante o discurso do Juliano… acredito que todos já devem ter a informação que Paulo Gustavo é o roteirista e autor da obra original de ‘Minha Mãe É Uma Peça 1, 2 e agora 3’ e a história tem como base a vida de Dona Hermínia que é uma personagem/homenagem a Déa Lúcia Vieira Amaral, a mãe dele na vida real.

Como disse a princípio: não deixem de assistir, é uma comédia brasileira que estreou no dia 26 de dezembro de 2019 e já levou mais de três milhões de espectadores ao cinema. Acredito que não vão se arrepender e irão rir muito!

 

O filme ‘Minha Mãe É Uma Peça 3’ está em cartaz nos cinemas de todo Brasil. Confira o trailer: