Análise do filme Toy Story 4

“Eu não deixo nenhum brinquedo para trás!”

0
42

 

Toy Story é aquele filme que você leva uma criança para ver e acaba se identificando e lembrando o quanto era bom ser inocente e ter uma imaginação pra lá de ilimitada. O quarto filme da franquia mostra como temos que tomar decisões que mudam o nosso destino e o quanto uma verdadeira amizade se mantém mesmo com as distâncias.

 

O filme é produzido pela Pixar com parceria da Walt Disney Picture (parceria desde 1995 quando foi lançado o primeiro Toy Story) segue sempre a mesma ideia de que os brinquedos quando não vemos tem vida própria. Desta vez, em Toy Story 4, os personagens ganham um novo amigo, Garfinho, brinquedo criado na escola por Bonnie (a atual dona de Woody, Buzz e seus amigos). Porém Garfinho demora para entender que agora ele é um brinquedo (aliás, os momentos mais engraçados do filme são de responsabilidade dele) e com isso ele tenta fugir sempre que tem oportunidade.

 

E vocês sabiam que quase não saiu o filme? Quando perguntavam sobre uma sequência de Toy Story a resposta era sempre que não havia interesse, porém em uma reunião com os acionistas da Disney em novembro de 2014 bateram o martelo com a Pixar em fazer uma sequência “por paixão pura” pela série. A estreia do filme ocorreu no dia 20 de Junho e em apenas uma semana já arrecadou mais de 250 milhões de dólares!

 

Só continue lendo se estiver certo disto! O texto abaixo contém alguns spoilers ok? 🙂

 

A grande aventura começa quando a família de Bonnie sai em uma viagem de trailer e em uma das fugas de Garfinho, Woody reencontra Betty, sua amiga que no inicio do filme é entregue a outra família para ser abajur de outra criança. Mas Betty agora é um brinquedo livre pois não tem mais dono e decide  a ajudar Woody no resgate de Garfinho que está preso em um antiquário, sem perceber que é refém de Gabby Gabby (uma boneca bem antiga – e sinistra), que quer a caixa de som de Woody para poder conquistar a neta da dona do antiquário.

 

 

Buzz percebe que a família de Bonnie já está de partida e resolve ir buscar seu amigo Woody. No caminho ele conhece dois novos amigos, o Coelhinho Ducky e o Patinho Bunny (de pelúcias) que resolvem ajuda-lo. Buzz finalmente encontra o seu amigo caubói de brinquedo e conseguem resolver todas as coisas, mas Woody decide algo inesperado – alias a parte mais emocionante do filme onde a maioria das pessoas ficaram comovidas – Woody decide ser um boneco livre para ficar com Betty. E é aí que vem a parte legal, Buzz e os outros brinquedos compreendem que tem momentos que mesmo que haja uma distância, é necessário fazer escolhas e seguir adiante, mas sem perder a amizade! Respira para não chorar… #chateada

 

 

Mas vale a pena ir conferir Toy Story 4, que tem a direção de Josh Cooley e roteiro de Stephany Folsom e Andrew Stanton, produzido pela Pixar com parceria da Walt Disney Picture. Na versão em português vocês ouvirão os dubladores brasileiros fantásticos Marco Ribeiro e  Guilherme Briggs nos personagens principais Woody e Buzz! Porém a versão original americana também não tem nada a perder já que Tom Hanks é Woody e Tim Allen é Buzz.

 

Então, pegue a pipoca e… “Ao infinito e além!”

 

Toy Story 4 está nos cinemas de todo o Brasil desde o dia 20 de Junho. Confira o trailer!