Top 4 animes que te farão criar barba

Veias saltadas, lutas honradas e discursos motivacionais, os melhores animes másculos com honradez que existem.

0
130

 

A quantidade de animes shounen que existem é incontável, mas no meio de tantos animes shounen sempre tem aqueles que se destacam, principalmente quando esbanjam testosterona. Então aqui vai uma lista com 4 animes que vão te fazer criar músculos e bigode.

 

1- Hokuto no Ken

Conhecido por uns, inexistente para outros, Hokuto no Ken sem dúvidas é uma das obras mais clássicas quando o assunto é caras musculosos lutando enquanto gritam e fazem coisas surreais.

 

Muito além de um meme, Hokuto no Ken mostra a jornada de Kenshiro, um guerreiro que vive em um mundo pós-apocalíptico e segue em busca de salvar sua amada, enquanto também salva inocentes oprimidos usando uma arte marcial milenar chamada Hokuto Shinken (sim, é a técnica que o Kenshiro usa no “Omae wa moe shinderu”).

 

Apesar do visual ser bem estranho até para os padrões da época e a repetição desnecessária nos episódios do começo do anime, vale a pena ser visto se você gosta de animes antigos e principalmente por ser um dos animes que deram início a 90% do que conhecemos dos shounen de hoje.

 

2- Gifuu Dodou


Seguindo um pouco na mesma linha do anime anterior (já que até o criador é o mesmo) Gifuu Dodou é um dos animes mais bem feitos nesse tema, seja por seu detalhamento e cuidado com fatos históricos, as OST’s que te fazem querer virar um samurai do período Sengoku ou o traço e animação extremamente preocupado em fornecer algo de boa qualidade pra quem assiste.

 

O anime tem como protagonista Naoe Kanetsugu (apesar do primeiro arco ter como bastante relevância o Maeda Keiji) e começa contando a história de um dos períodos do Japão, quando Hideyoshi quer invadir e conquistar a província de Echigo. Não se tem muito o que explicar do enredo em si, já que é um anime baseado 100% em fatos históricos do Japão, é praticamente uma aula de história em forma de animação, então se você gosta de samurais, da história do Japão e principalmente de muita honra esse anime é perfeito pra você.

 

3-Hajime no Ippo


Ok, ok…não é um anime tão desconhecido assim para quem gosta desse gênero, porém Hajime no Ippo merece seu lugar ao sol nessa lista. Para os não familiarizados, Hajime no Ippo nos trás Ippo, um jovem japonês que é constantemente feito de saco de pancada de alguns valentões, até que é encontrado por Takamura Mamoru, um boxeador que o salva de uma dessas surras e leva Ippo para treinar na academia de seu treinador, que então segue em busca de seu então descoberto sonho de se tornar um campeão de boxe.

 

Hajime no Ippo é sem dúvidas o melhor anime de esporte que existe, cada luta consegue transmitir a emoção necessária pra cena, se você tem que sentir ódio de um lutador o anime te faz sentir ódio, se você tem que se emocionar com as frases motivacionais e inspiradoras ele vai te fazer se emocionar, fora isso, ainda tem todo um detalhamento técnico nos golpes e treinos do anime, tudo como funciona de fato em um treino ou movimento de golpe de boxe, obviamente tem alguns exageros mas nada surreal e só é usado pra humor ou passar algum sentimento necessário na hora, então se o seu negócio é animes menos viajados porém ainda sim com equilíbrio entre humor e cenas de luta que vão querer te fazer pular da cadeira de tanta emoção, então você tem o dever de assistir Hajime no Ippo.

 

4-Sakigake!! Otokojuku


Sendo um pouco cult agora com um anime completamente desconhecido e antigo, Sakigake Otokojuku ou simplesmente Otokojuku é um anime de comédia dos anos 70, ou seja, caras marombas, sátiras de coisas másculas da época e muito humor pastelão japonês. Otokojuku de uma forma bem resumida retrata uma escola que basicamente ensina seus alunos serem másculos, sendo que a própria escola é composta por delinquentes japoneses, como se não bastasse, também é retratado de forma bastante irônica as lutas de animes e mangás do gênero shounen da época.

 

Nosso protagonista que esbanja testosterona dessa vez é Tsurugi Momotaro (que pra variar é um adolescente japonês bombado) que é um dos principais alunos do 1º ano da Sakigake, em contraste com o resto do anime, Momotaro é bem quieto e calmo até mesmo nas suas lutas, o que por si só ainda consegue ser engraçado.

 

Apesar de ser bem antigo, vale a pena ser visto justamente por isso, é completamente diferente de qualquer coisa que seja lançada hoje com 3 animes por ano que se dividem entre protagonista frio e calculista e protagonista heroico que tá sempre acompanhado de uma garotinha meio lerda e o restante é anime escolar (não que Otokojuku não seja escolar, vocês entenderam), Sakigake Otokojuku trás uma ideia “nova” pros dias de hoje e mesmo sendo antigo até com as piadas ele consegue te divertir e é extremamente recomendado pra quem tá cansado de ver mais do mesmo toda temporada de lançamento.

 

Menção honrosa!


Esses aqui ficam mais como um lembrete pra quem ainda não viu, já que devem ter ouvido falar pelo menos de um deles antes, então deixo aqui uma menção honrosa para JoJo’s Bizarre adventure e Ashita no Joe.

 

Acredito que Jojo dispense apresentações, mas para os não familiarizados, o anime conta basicamente a história da linhagem da família Joestar, onde a cada parte é mudado o protagonista e por sua vez a ambientação, enredo da temporada, personalidade dos personagens e por ai vai, mas nunca perdendo o costume de ter adolescentes com corpos mais definidos que atores de filmes de super-herói.

 

Ashita no Joe é um pouco desconhecido, mas merece sua menção honrosa aqui, já que ficou mais conhecido após ser lançado Megalo Box, que nada mais é que uma grande homenagem aos 50 anos de mangá de Ashita no Joe, e se até depois de 50 anos ele ainda é lembrado e ganha homenagem então é porque é coisa boa e merece ser visto.